tranformacao-digital-utilities-872-blog-
A transformação digital no setor de utilities
setembro 2, 2019
lgpd-impacto-na-ux-design-blog-solutis
A LGPD afetará a experiência do usuário e o UX Design?
setembro 9, 2019

UX com cidadania: Justiça mais ágil e acessível

transformacao-digital-justica-solutis-blog-750x500-1

Temos falado bastante de como a transformação digital deve buscar a melhoria da experiência de consumo. E que tal quando esse consumidor é o cidadão e a marca ou produto que ele consome são serviços essenciais? Pois bem, a missão aqui era desenvolver um aplicativo assistente simples e didático para facilitar a vida do cidadão e permitir ao Tribunal de Justiça do Estado da Bahia exercer seu trabalho com agilidade e sem burocracias. E, assim, surgiu o QUEIXA CIDADÃ, alternativa para registrar reclamações em situações como suspensão de fornecimento de água e futuramente outros serviços  essenciais (como energia e plano de saúde).

“Esse aplicativo é exatamente para atender reclamações de até 20 salários mínimos, onde a legislação prevê que ele possa fazer isso sem o advogado”, declarou Paulo Alberto Nunes Chenaud, juiz e coordenador dos Juizados Especiais do TJ-BA. Ou seja: por meio de uma plataforma mobile iOS e Android, petições judiciais, marcação de audiências preliminares e acompanhamento das movimentações dos processos poderão ser realizados na palma da mão do usuário.

“O objetivo é exatamente facilitar o acesso do cidadão à Justiça”, explica Chenaud, que em 20 de agosto apresentou o aplicativo, junto ao titular da Setim, Leandro Sody, no auditório do fórum do Imbuí/Juizados Especiais.

Desburocratizando conexões

O projeto desburocratiza a conexão a juizados especiais do TJ-BA com comodidade e segurança. E também garante, ao cidadão, a capacidade processual de litigar à justiça sem orientações especializadas.

A comprovação de endereço da residência é realizada por meio do envio de uma foto das contas de água ou energia. O app possui, ainda, reconhecimento facial para autenticação do usuário a partir da gravação de um curto vídeo, que será comparado a RG ou carteira de habilitação. Uma vez gerada a petição, a queixa passa a ser um processo legal, com número, data e local da primeira audiência já agendados.  Além disso, será possível acompanhar, pelo aplicativo, toda a movimentação da petição, recebendo notificações e lembretes.

Hey, Judi

Evidentemente, os usuários que não  estão habituados à utilização de aplicativos em celulares também foram levados em consideração. Por esta razão, foi criada a assistente virtual Judi, que conduz o acesso, passo a passo, para ingressar em ações de causas do consumidor que não ultrapassem 20 salários mínimos. Basta realizar o login, inserir informações da empresa que deseja acionar.  inicialmente, serão registradas queixas de consumidores com problemas como cobranças indevidas e falta de água. Posteriormente, outros serviços especiais serão incluídos.

O app disponibiliza, ainda, dois modelos de atendimento: o simplificado, para reparos de danos materiais, e o detalhado, para reparo de danos morais e pedidos de liminar. Mais: permite a coleta e o cálculo do consumo médio real do usuário a partir de fotos das contas para juntar detalhes importantes aos processos e esclarecer eventuais problemas nas cobranças e/ou abastecimento.

Por dentro do Queixa Cidadã

A ideia do projeto nasce fruto das vivências com o cliente e do desejo Solutis de desenvolver projetos inovadores.  A preocupação com UX foi um pilar.  Toda a construção ocorreu com mindset verdadeiramente ágil.  O processo de entrega suou práticas DevOps.

Na abordagem ágil de desenvolvimento de software estruturada na metodologia SCRUM, a Solutis contou com:

  • cerca de 5.700 horas no desenvolvimento de 7 serviços e 2 aplicativos nativos iOS e Android;
  • uma equipe formada por especialistas backend (Java, Kotlin e Python), frontend (React), mobile (Swift e Kotlin),  UX/UI designer, testers, scrum master e product owner.

Foram implementadas soluções de reconhecimento facial para autenticação, geração da dados estatísticos com base em dados históricos de queixas do passado, extração de textos em imagens de documentos de identificação (RG e CNH) e estruturação de informações em dashboard para acompanhamento da adesão do serviço.

Em uma era de disrupção tecnológica, a SOLUTIS – por meio de expertise e metodologias modernas, além de equipes qualificadas para os mais intrincados desafios – mais uma vez desenvolveu uma ferramenta cuja utilização transformará a maneira como a população se relaciona com o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, com grandes benefícios para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações