lean-thinking-agile-transformacao-digtal-solutis-001
Lean e Agile: requisitos para a Transformação Digital
julho 15, 2019
lean-startuptrsnformacao-digital-agile-00
Transformação Digital: as startups e o “Time to Market”
julho 23, 2019

Gameficação e atração de talentos: o match perfeito

gamification gestao de pesoas

Não faz muito tempo, o recrutamento de talentos era um processo altamente operacional. O entrevistado recebia o currículo do candidato, agendava a entrevista e, em seguida, conversava com ele sobre suas experiências e competências técnicas.

Acontece que no século 21, esse processo não funciona mais. Isso porque as chamadas soft skills, competências comportamentais, muitas vezes, não podem ser mapeadas ou identificadas em uma simples conversa. É preciso ir além. E não estamos aqui falando do uso de inteligência artificial (AI) ou tecnologias altamente sofisticadas.

Nesse cenário, entra em cena o gamefication. Gamification, ou gameficação, é o conceito que utiliza a teoria, a mecânica e os designs de jogos para envolver e motivar pessoas a alcançar um objetivo.

O professor Allen Huffcutt, da Universidade Bradley, nos Estados Unidos, especializado em entrevistas de emprego, identificou vários problemas com o recrutamento e o processo de entrevista atuais. Segundo ele, as perguntas mais comuns feitas nas entrevistas ajudam na autoavaliação. Os candidatos geralmente preparam suas respostas e recrutadores acreditam que eles podem julgar o candidato nos requisitos do trabalho.

É aqui que a gamificação pode ajudar. Ela pode ser integrada ao processo de recrutamento, cobrindo desafios do setor, missões relacionadas à empresa e testes comportamentais. Gamification adiciona um elemento divertido ao processo. Ele incentiva o candidato a se envolver com a empresa, fornecendo um ambiente criativo. Por outro lado, recrutadores também verificam a aptidão dos candidatos, o pensamento criativo e as capacidades de resolução de problemas.

A estratégia também ajuda a empresa a reduzir o tempo de contratação e pode atrair candidatos mais engajados e comprometidos, além de atuar na atração de talentos empenhados em resolver um desafio. Certamente, um processo mais assertivo para ambos os lados.

Algumas empresas têm lançado mão da estratégia. A Solutis é uma delas. Por aqui, um treinamento .NET, plataforma de desenvolvimento de aplicação web da Microsoft, foi oferecido recentemente aos vencedores de uma maratona de desafios, concluído com game de robôs. O objetivo da iniciativa foi selecionar os 20 melhores programadores para se integrarem ao nosso time de especialistas. A iniciativa atraiu mais de 400 inscritos e a ideia é que a triagem, feita em três etapas, selecionasse para o treinamento dos 20 melhores programadores.

A primeira etapa foi o preenchimento do cadastro curricular, teste de raciocínio lógico e teste de inglês, tudo virtual, pela ferramenta do Gupy. Na etapa seguinte, a Solutis promoveu desafios virtuais.  Foram 180 desenvolvedores prontos para a presencial, que aconteceu na manhã do Sábado do dia 29 de junho.  A terceira e última etapa antes do treinamento foi o GAME, que contou com a participação de 40 desenvolvedores selecionados.

A gamificação é uma tática convincente que não apenas permite projetar uma cultura de trabalho atraente, mas também mantém o candidato envolvido no processo. Ela facilita a divulgação nas mídias sociais e atrai mais atenção em comparação aos anúncios de emprego. Quando se trata de recrutamento, é um grande incentivo para a ação desejada e contribui muito para a retenção.

 

Gestão de Pessoas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações