digital trends tendencias transformacao digital 2020 66
O foco do CIO e as tendências de tecnologia para 2020
outubro 10, 2019
solutis blog transformacao digital 5g no brasil 750x500
O 5G no Brasil
outubro 18, 2019

APM é um importante processo para garantir a experiência de uso

APM UX DESIGN BLOG SOLUTIS 750x500

Ao longo das décadas de 1990, 2000 e até uma parte de 2010, vivenciamos a tecnologia mudar a forma como as pessoas lidavam com o mundo. Por certo, hoje em dia, esse fluxo mudou e estamos vendo a tecnologia se moldando para melhor lidar com as pessoas. E assim APM, Application Performance Management, foca-se e torna-se essencial para entregar uma boa experiência de usuário (UX- User Experience).

Monitoramento de aplicações já é feito há pelo menos duas décadas. Porém, a complexidade é muito maior. Além do ambiente tecnológico mais complexo, o imediatismo, a expectativa por resposta e desempenho pelo usuários é bem maior. Associando-se a um número mais de concorrentes e ao “empoderamento” desse consumidor está pronta a equação cujo resultado é performance, performance, performance.

No passado, existia uma grande preocupação com aplicações corporativas – ERPs, BI’s, os sistemas que um dia foram apelidados de “aplicações de missão crítica’. Agora, estamos falando de inúmeros canais digitais, de “mobile first” cada vez mais próximo do “mobile only”, de omnichannel, chatbots, AI, Visual Shopping (ainda incipiente é verdade). E nem todo modelo ou ferramenta de APM está preparada para ficar de olho em cada camada da interação de seus usuários e clientes.

Três aspectos que seu APM (Application Performance Management) deve considerar para uma melhor experiência de uso

Quando falamos em Transformação Digital, associamos, muitas vezes, a projetos com tecnologias disruptivas, inteligência artificial, analytics, IoT e por aí vamos. Tudo isso faz parte. Mas, acelerar sua jornada digital só é possível se você consegue entregar desempenho. “No performance, No Change, No Gain!!!”

Nessa estrada digital, as aplicações vão tornando-se mais críticas e complexas. E a sua performance cada vez mais relevantes para o sucesso das empresas. O que você deve pensar ao definir sua estratégia e sua plataforma de APM:

  • AUTOMAÇÃO: o primeiro passo é transformar a maior parte do seu monitoramento em tarefas automatizadas, evitando a dependência e o erro de pessoas.
  • VISÃO HOLÍSTICA: não basta mais monitorar o desempenho do servidor, é preciso fatiar e entender cada clique, cada toque. E mais: correlacionar esses dados com suas regras e métricas de negócio
  • REAL TIME: suas operações digitais precisam ser monitoradas diuturnamente e sua equipe reagir o tempo todo. Seu cliente é omni. Sua equipe de operações precisa ser quase onipresente disponível, de alguma forma, 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana.

A melhor experiência de uso começa com performance(APM)

O que é preciso virar um mantra do time de marketing, de TI e, especialmente de Dev, é que melhorar a experiência do usuário começa por garantir o desempenho de aplicativos. O APM monitora e indica uma perda de performance, uma desaceleração, permitindo atacar a causa e, mais importante, retomar a performance e evitar uma tragédia – diversos consumidores, usuários desistindo do clique, da compra, da sua marca.

Uma dinâmica de monitoramento de desempenho de aplicações (APM) permite que você monitore cada linha de código e compreenda a performance dos sistemas, apps e, principalmente, entenda como está a experiência e engajamento dos usuários em tempo real.

Vamos acelerar sua jornada digital?

Então, vamos tomar um café e falar sobre APM!!!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações